Ator, bailarino e coreógrafo.

Dirige a  Incunábula Companhia de dança desde 2010. Junto à esta Cia. criou dois espetáculos "Um Porco Sentado" e "Alfaiataria de Gestos".
Foi intérprete, de 1999 a 2010, da Cia. Borelli de Dança, sob direção de Sandro Borelli, onde atuou em mais de quinze espetáculos do repertório.
Em teatro, trabalhou com importantes diretores como: José Celso Martinez Correa ("Mistérios Gozosos"), Marco Antônio Rodrigues ("O assassinato do anão") Renata Melo ("Passatempo", "Turistas e Refugiados" e" Pessoas ao Sol"), Mauricio Paroni de Castro ("Aqui Ninguém é Inocente" e "Cada um ao seu modo") e José Possi Neto ("O Bailado do Deus Morto", "33 - O eu e o outro" e "Emoções Baratas").
Em TV, atuou como protagonista em dois episódios da minissérie "CARANDIRÚ-Outras Histórias" sob direção de Hector Babenco e Marcia Farias (Rede Globo) e também interpretou um vilão na novela "Dance Dance Dance" sob direção geral de Del Rangel (Band).

Roberto Alencar