A pergunta é:

Deus inventou o homem? Ou o homem inventou Deus? 

Na dúvida…dancemos!

A fome, o medo, o sexo e a alma são temas deste espetáculo, que começou a ser criado durante a 29 Bienal de Artes de São Paulo.

Ao longo de 2011 e 2012, lentamente, fomos garimpando as possibilidades de encontros entre entidades tradutoras das apaixonadas idéias de Flavio de Carvalho em seu livro homônimo A Origem Animal de Deus.

Estamos delirando entre a dança e a teatralidade. Estamos friccionando nossas percepções com as do autor.

A necessidade maior é o exercício da comunicação com o público e a liberdade nas escolhas dos elementos cênicos. Tudo o que pode ser visto, ouvido ou sensibilizado em cena e através dela, nos interessa, pra além das classificações. Sem medo dos transbordamentos, sem rede de proteção no vôo.

Afinal… estamos sempre sonhando a cena.

Diante do medo, a invenção dos Deuses, dos heróis e do sexo.

Diante dos nãos da cidade cansada, a invenção dos homens do sim. O SIM sintético, o sim includente.​

Diante de nós, vocês, os filhos do sol.

Diante de vocês, estamos nós a Cavallaria, completando 10 anos de invenções cênicas.​

​Salve Flávio de Carvalho!

Salve os Deuses que dançam diante do abismo!


Lu Brites

 Origem Animal de Deus

© 2013 Cavallaria Cênicas, all rights reserved.